29
dez
08

Árvores de fogo, ponte de estrelas

A vida é cíclica. Os fatos são cíclicos. E as comemorações também o são. Ano que se finda. Novas fantasias que se processam. Votos de ‘Felicidades’ e de ‘Boas Festas’. Promessas de mudanças. Esperanças… Mas o torpor da euforia precisa e deve ser comedido. Ações precipitadas e/ou imprudentes podem cessar ou mitigar todos os sonhos, deixando traumas e seqüelas que o tempo não diluirá.

A pirotecnia, em sua origem ancestral (a celebração), associa-se a festas, a homenagens… Num poema chinês, datado do ano 600, há referência direta aos termos huo shu (árvore de fogo) e yin hua (estrelas prateadas), possivelmente os primeiros fogos artificiais.

‘ Flores de prata
Árvores de fogo
Desapareceram.
Ponte de estrelas
Fechadura de ferro
Aproximam-se. ’

Atendendo aos apelos históricos e ao desejo premente de se comemorar, muitos celebrarão o advento de 2009 com o mesmo encantamento dos nossos ancestrais chineses – com ‘flores de prata’ e ‘árvores de fogo’ que desaparecerão e se reaproximarão para o deslumbre de encantados olhares.

Entretanto, cumprindo nosso papel social e com o imprescindível propósito de orientar a todos sobre os riscos inerentes aos festejos do reveillon, elencaremos algumas dicas no trato com materiais explosivos que podem evitar riscos de injúrias à vida (mutilações, deformações, intoxicações e óbitos):

 Siga as instruções de utilização impressas nas embalagens de fogos de artifício;
 siga a faixa etária de manuseio de cada fogo de artifício;
 lance fogos de artifício somente em locais abertos;
 nunca manuseie fogos depois da ingestão de bebidas alcoólicas;
 as crianças não devem soltar fogos. (devem SEMPRE estar acompanhadas por um adulto, para uso das “bombinhas” que são permitidas para a sua idade);
 nunca aponte os fogos de artifício para outras pessoas e verifique se não existem materiais combustíveis nas proximidades.

Que tenhamos todos um 2009 mágico – onde as fantasias e os sonhos se realizem sem que para isso tenhamos que tirar os pés do tablado da vida real.

Abraço!


Nijair Araújo Pinto – Maj QOBM
Diretor do Núcleo de Atividades Técnicas do 5º Grupamento de Bombeiros


0 Responses to “Árvores de fogo, ponte de estrelas”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: