25
dez
08

PRÉ-SAL – Viabilidade Comprovada

Nota do Blog do Crato:

O José Nilton Mariano escreveu esse artigo, mas é muito técnico. Esqueceu por exemplo, de dizer ao leitor comum, o que diabos é pré-sal. Diferentemente do que alguns poderiam pensar que se tratasse de algum tempero usado antes do sal da panela, trago aqui antes, uma definição que ajudará o leitor a compreender esse artigo posterior:

O que é Pré-Sal:

A camada pré-sal é um gigantesco reservatório de petróleo e gás natural, localizado nas Bacias de Santos, Campos e Espírito Santo (região litorânea entre os estados de Santa Catarina e o Espírito Santo). Estas reservas estão localizadas abaixo da camada de sal (que podem ter até 2 km de espessura). Portanto, se localizam de 5 a 7 mil metros abaixo do nível do mar.

Artigo do José Nilton Mariano:

Mesmo conscientes que o petróleo é um recurso finito, limitado, não renovável e cujo arrefecimento natural das reservas impõe uma constante busca de novas jazidas, ainda assim a nação brasileira foi agradavelmente surpreendida, em 2007, com a auspiciosa notícia da descoberta dos megadepósitos do pré-sal, com portentosas reservas estimadas em 80 bilhões de barris de petróleo de boa qualidade e potencial de posicionar o Brasil num invejável quinto lugar no ranking mundial de reservas e, até – pasmem ! – elevando-o à condição de futuro exportador.
Ninguém, entretanto, em sã consciência, desconhece um detalhe por demais relevante: será hercúleo e, porque não dizer, monumental o desafio tecnológico para extrair o petróleo dos depósitos situados além das – até então – insondáveis e imperscrutáveis profundezas oceânicas, sob adversas e quilométricas camadas de rocha e sal de difícil perfuração (chega a 7.000 metros a profundidade).


Inconteste recordista mundial e líder absoluta na tecnologia de prospecção em áreas ultraprofundas, a Petrobrás encontra-se, hoje, em posição de vanguarda e liderança na nova província petrolífera do pré-sal, onde é concessionária majoritária dos principais blocos já leiloados.
Por seu respeitável histórico e sua excelência tecnológica, nenhuma empresa ou concorrente está mais preparada e capacitada do que a estatal brasileira para liderar o empreendimento exploratório do pré-sal, realizando o sonho da nossa independência econômica.
Aos que questionam se com a atual derrocada do preço do barril de petróleo de 140 para 40 dólares compensaria se meter em tal empreitada, uma certeza: estudos realizados indicam que mesmo o barril chegando a 35 dólares a exploração tende a ser viável e lucrativa, embora, evidentemente, com uma margem de lucro não muito atrativa.
Como, entretanto: a) a cotação de 140 dólares por barril jamais passou de uma mera bolha especulativa, assim como o valor de 40 dólares é algo irreal; b) nenhuma crise dura “ad aeternum”; c) o produto é essencial à alavancagem desenvolvimentista de qualquer nação, desenvolvida ou não; e d) haverá sempre a possibilidade de redução da produção, pela Opep, a fim de obrigar uma elevação da cotação do barril; acreditamos, sim, na tendência de que os preços se estabilizem na faixa entre 60 a 80 dólares, dentro em breve.
Afigura-se-nos, pois, viável a exploração do pré-sal.

José Nilton Mariano Saraiva


0 Responses to “PRÉ-SAL – Viabilidade Comprovada”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: